Roma Firenze Milão Paris
Barcelona Gaudi Toledo
Bonus Track


Palácio Real














Plaza Mayor












Parque del Buen Retiro




















Palácio de Cristal. É bem legal, mas, na boa, o de Curitiba dá 10 a 0.






Acho que o cachorro ficou de costas pra fingir que nem conhecia o porcão.




Museu do Prado




Isso era uma coisa interessante, que vimos em alguns museus: estudantes de pintura reproduzindo quadros famosos.

Museu do Reina Sofia


Bem mais legai que o Prado, tanto de acervo quanto de astral. Fora que aqui tem Guernica, né... (nota: não pode fotografar em praticamente nenhum museu da Europa, por isso tem poucas fotos deles)






Estação Atocha

Muito linda essa estação. Uma pena a memória incômoda do atentado, mas não chega a macular a beleza do lugar.

















Por Madrid






















Eu comprando um legítimo Jamon espanhol pra dar de presente pro meu cunhado. Depois me arrependi e roubei umas fatias pra mim.










Cá entre nós, viajei muito bem acompanhado, não foi?


Isso também era uma coisa muito legal que vi em vários prédios e em outras cidades da Europa: às vezes quando eles vão reformar a fachada de um prédio, eles cobrem com aquele véu pra evitar cair entulho nas pessoas, só que nesses véus vem estampada a imagem do próprio prédio! Puta idéia.








Esse senhor aqui é uma prova do descaso do governo espanhol. O bisavô dele era soldado e numa batalha durante a Guerra Civil Espanhola perdeu a cabeça. Por conta disso o avô dele nasceu sem cabeça, o pai dele também e por conseqüência ele também. Acontece que o governo espanhol só dá auxilio até a segunda geração de descendentes de pessoas que perderam a cabeça (ou qualquer outra parte do corpo) durante a Guerra Civíl, então ele era obrigado a mendigar pra sobreviver, porque claro, se pra quem tem cabeça já é difícil arrumar emprego, imagina quem não tem! Era triste vê-lo andando pelas ruas, batendo nos postes, nas casas, nas pessoas... e nem adiantava gritar "olha o poste!" porque ele não tinha como ouvir e mesmo se ouvisse não teria nem como dizer "gracias". Triste mesmo.








Tá aqui uma coisa que deve ter sido desenvolvida por portugueses, quando houve a criação da União Européia. Note o inconfundível estilo lusitano no sentido das setas, que apontam pra baixo ("tem") quando o fluxo é pra cima ("mas acabou"). Isso é assim em todas as cidades em que passamos.


Restaurante Botin


Um momento muito legal em Madrid foi quando comemorei meus 48 anos lá. Fomos ao Botin, que é o restaurante aberto mais antigo do mundo (perto do restaurante, que tinha 282 anos, eu era um menino...) Mas o mais legal foi que a Monica pediu pro garçom trazer uma velinha num pedaço de bolo e quando chegou todos os que estavam naquela sala começaram a cantar: dois italianos na nossa frente, um casal à nossa esquerda ela inglesa ele americano, à nossa direita um grupo de espanhóis. E claro, cada um cantou na sua língua, essa que deve ser a mais universal das canções. "Tanti auguri a te, que los cumpla feliz, happy birthday to you, parabéns a você", tudo junto! Foi emocionante fazer "La Fiesta" por lá.















(as fotos de Madrid acabam depois das de Toledo.)

Roma Firenze Milão Paris
Barcelona Gaudi Toledo
Bonus Track